top
logo

Enquete

Como vc conheceu a Rede-TB?
 

24 de março PDF Imprimir E-mail
Escrito por Administrador   
Sex, 01 de Abril de 2016 00:38

Mensagem:

 

Na noite de 24 de Março de 1882, Robert Koch anunciou na Berlin Physiological Society, que Mycobacterium tuberculosis era a causa da tuberculose.  Certamente este foi um dia memorável para a Microbiologia Médica, mas passados 134 anos não temos muito a comemorar. Apesar de dispormos de métodos diagnósticos e medicamentos eficazes, a TB ainda mata três pessoas a cada minuto em todo o mundo e, a partir de 2015, passou a ser a primeira causa de mortalidade entre as doenças infecciosas, superando a infecção por HIV/Aids. Isto é uma grande e inominável vergonha para a humanidade em geral. Certamente é preciso investir em pesquisa e a transferência de seus resultados para o usuário e sistema de saúde. Precisamos com urgência  um diagnóstico poin-of-care e um tratamento medicamentoso mais curto e efetivo contra TB ativa, TB latente e TB resistente. Também necessitamos de biomarcadores eficazes para identificar indivíduos suscetíveis à infecção e ao adoecimento por TB ou a recidiva após o tratamento da TB ativa, por fim falta-nos ainda uma vacina eficaz. Mas o grande gargalo é a falta do compromisso político dos governos, que pela sua transitoriedade e lógica político eleitoral, se movem, na maioria das vezes, cegamente, sem ouvir os segmentos sociais e acadêmicos, que por sua experiência deviam compor, de forma permanente o conjunto de atores que planeja e executa o controle da TB.

 

Neste dia 24 de março devemos refletir o papel de cada segmento no controle da TB e particularmente qual o papel da Rede TB neste cenário. O que a nossa história aponta é que a nossa maior missão enquanto rede, tem sido  enfrentar o desafio de reduzir o distanciamento entre estado, academia, sociedade civil e empresas, procurando incluir e articular esforços que possam ter como desfecho a redução deste flagelo. As adversidades tem sido um estímulo a mais para o fortalecimento da Rede, que mais do que uma instituição é um conceito de integração e colaboração entre diferentes segmentos, que com olhares distintos buscam somar esforços para o controle da TB.

 

 

Presidente Afrânio Kritski

 

Vice- Presidente Pedro Eduardo Almeida da Silva

 
Reunião da REDE BRASILEIRA DE PESQUISA EM TUBERCULOSE PDF Imprimir E-mail
Escrito por Administrator   
Qui, 07 de Maio de 2015 00:26

Palestras apresentadas na Reunião da REDE TB

dentro do ICOHRTA SYMPOSIUM,

28 a 30 de abril de 2015,

no Hotel Flórida, Rio de Janeiro-RJ.

LAST_UPDATED2
 
Ameaça da tuberculose na fronteira do MS com o Paraguai em debate PDF Imprimir E-mail

A Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul (SES) promove amanhã (28) e sexta-feira, na sede da diretoria regional de saúde de Ponta Porã, o encontro “Reunião de Fronteiras – Ponta Porã e Pedro Juan Caballero/ Amambay/ Paraguai”. O evento reunirá representantes da saúde pública de Mato Grosso do Sul, do Ministério da Saúde e da saúde pública do Paraguai, quando serão discutidos e apresentados trabalhos e ações de intensificação, controle e prevenção da tuberculose nas regiões fronteiriças entre o Brasil e o país vizinho.

Leia mais...
 
Gama é referência em tratamento da tuberculose na região Centro Oeste PDF Imprimir E-mail
O serviço de Tisiopneumologia do Hospital Regional do Gama é responsável pelo diagnóstico e tratamento de doenças respiratórias como tuberculose, asma, pneumonia, doenças pulmonares obstrutivas crônicas (enfisema e bronquite crônica) derrames pleurais, tumores dos pulmões e embolias pulmonares. A unidade é referência na região Centro-Oeste no atendimento a tuberculose e recebe pacientes de todo Distrito Federal e de outros estados que necessitam de internação.
Leia mais...
 
Projeto de erradicação de doenças servirá como modelo nacional PDF Imprimir E-mail
O Projeto Piloto de Erradicação da Brucelose e Tuberculose, realizado na comarca do município de Arroio do Meio (RS), deverá servir de modelo para o restante do Estado gaúcho e para o País em breve. A iniciativa abrange seis municípios na região – Arroio do Meio, Capitão, Coqueiro Baixo, Nova Bréscia, Pouso Novo e Travesseiro – e a cidade de Dois Irmãos, contabilizando 1.146 propriedades certificadas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). A estimativa do rebanho na área levantada é de 36 mil cabeças.
Leia mais...
 
« InícioAnterior12345678910PróximoFim »

Página 1 de 19

Últimas Notícias


bottom

Validation: XHTML and CSS